CMP-RJ divulga nota pública de indignação, apoio e solidariedade às PESSOAS do Jacarezinho

A Central de Movimentos Populares do Rio de Janeiro divulgou, nesta quinta-feira (6/5), uma nota pública em que manifesta solidariedade às pessoas moradoras da Favela do Jacarezinho. O massacre realizado pelo Estado, cuja função deveria ser a de proteger sua população, é mais uma manifestação do genocídio contra a população negra, pobre e moradora da periferia. “O que vimos hoje, agravado pela pandemia, extrapola mais uma vez, escancara o projeto de extermínio”.

Confira a nota abaixo:

Nota de indignação, apoio e solidariedade as PESSOAS do Jacarezinho

A Central de Movimentos Populares do Rio de Janeiro se manifesta em apoio e solidariedade as pessoas moradoras da Favela do Jacarezinho e de toda região neste momento tão triste, covarde e aterrorizante porque passam. São homens, mulheres, velhos, jovens e crianças que foram massacrados, de forma cruel e escancarada por um Estado canalha e cínico com o respaldo e a conivência dos gabinetes refrigerados dos magistrados, a cobertura estimulante da mídia e a cumplicidade de boa parte da Sociedade. Sabemos que a população pobre e negra, desde sempre, é cotidianamente violentada de diversas maneiras, seja nos assassinatos das estatísticas, no encarceramento em massa, nos desaparecimentos e chacinas frequentes, na humilhação no dia a dia ou ainda na completa ausência de direitos: Direito a moradia digna, a saúde, a educação, a alimentação, ao lazer e a liberdade. Enfim, sob a ameaça e a execução efetiva e frequente do projeto de extermínio dos mais pobres, resultado visível e cruel de um sistema que explora, degrada e mata. Porém, o que vimos hoje, agravado pela pandemia, extrapola mais uma vez, escancara o projeto de extermínio e mostra que ele não tem limites. O Estado vingador tirou mais uma vez a máscara e o disfarce. Neste momento, é importante reafirmar que não existe outra maneira de combater a violência e dar segurança a população que não seja o respeito a todos os Direitos Humanos e sobretudo o respeito as pessoas. Além disso, é bom lembrar que, ao contrário do que pregam todos os dias, Datenas, Marcelos Rezendes, Ratinhos, a bancada da bala e todos os canalhas oportunistas como o Bolsonaro e tantos outros, que a política de segurança que vem sendo implementada até hoje não é a do respeito aos Direitos Humanos como tentam enganar a população, mas justamente a política de total desrespeito aos direitos e o resultado sabemos qual é: não funciona! e só aumento o problema. Nenhum passo atrás na defesa de nossos valores na construção de uma sociedade justa, igualitária e livre e em defesa dos Direitos das pessoas e da vida. Deixem o Jacarezinho viver em PAZ!

Rio de Janeiro, 06 de Maio de 2021.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: