CMP em Rondônia realiza plenária para debater os problemas das cidades

A Central de Movimentos Populares (CMP) de Rondônia, junto com o Coletivo Popular Direito à Cidade e a Ouvidoria Geral Externa do Estado, realizou no último dia 7 de maio a Plenária Popular Pelo Direito à Cidade, na sede do Sintero (Sindicato dos Trabalhadores em Educação no Estado de Rondônia), com o objetivo de debater os problemas das cidades e construir soluções para o bem viver na Amazônia.

O evento, que ocorreu durante todo o dia, contou com a participação de mais de 100 pessoas ligadas aos mais diversos movimentos populares, sindicais, estudantis, entre os quais estavam presentes também movimentos LGBTQI+, PCDs (pessoas com deficiências), indígenas e ribeirinhas.

O dirigente estadual da CMP em Rondônia, Emmanuel Pontes Meirelles, destaca que o encontro foi bastante proveitoso e o resultado final foi indicar uma segunda plenária – com mais organização política – a ser realizada na segunda quinzena do mês de junho.

“Na primeira parte do nosso evento, tivemos uma análise de conjuntura com a participação da ouvidoria da Defensoria Pública de Rondônia. Cinco defensores públicos participaram da nossa plenária, o que nos deixou bastante animado para as nossas futuras lutas. Esse encontro foi um evento preparatório para a Conferência Popular pelo Direito à Cidade, que acontece de 3 a 5 de junho, em São Paulo”, disse Emmanuel.

O dirigente nacional da CMP Eliel Cunha também participou do evento e disse que outro destaque da Plenária Popular Pelo Direito à Cidade em Rondônia, foi as oficinas que aconteceram em um segundo momento do encontro com a intenção de debater temas relacionados a moradia, território, econômica solidária e ecológica, além de questões que envolvem o saneamento, transporte público e preservação do meio ambiente.

“Na parte da tarde, nos dividimos em 10 oficinas. Esses grupos tiveram como objetivo levantar desafios para cada um desses temas e construir propostas concretas de ações que vão compor uma plataforma de luta em nossa região. Foi uma troca surpreendente”, finaliza Eliel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: