Movimentos populares convocam população para atos em defesa da democracia e por eleições livres

A Central de Movimentos Populares (CMP) convoca a população brasileira a ocupar às ruas de todo o país em atos a serem realizados nos dias 11 de agosto e 10 de setembro em defesa do processo eleitoral, da democracia e contra a violência política em curso no país. As mobilizações são  organizadas pela ‘Campanha Fora Bolsonaro’, integrada pela CMP ao lado de diversos movimentos sociais, entidades sindicais e estudantis, como a UNE, MTST, CUT, CTB,  MST, movimentos de mulheres, negros (as) e de trabalhadores sem teto.

Segundo Raimundo Bonfim, coordenador nacional da CMP e um dos líderes da Campanha Fora Bolsonaro, os ataques de Jair Bolsonaro às urnas eletrônicas e às instituições do país exigem uma resposta imediata de amplos setores da sociedade civil comprometidos com a democracia, com o combate ao desemprego, a fome, a carestia e a destruição do meio ambiente, bem como a luta por garantias de direitos sociais. 

“Diante das declarações golpistas do Bolsonaro retomaremos às mobilizações de rua. Vamos defender a democracia e as eleições livres em respeito à soberania popular do voto. Não aceitaremos o golpe pretendido pelo presidente da República. Em outubro, vamos às ruas pôr fim neste governo autoritário e genocida. O Brasil não aguenta mais Bolsonaro e sua turma”, disse Bonfim. 

Em 18 de junho passado, Bolsonaro se reuniu com embaixadores estrangeiros no Palácio do Alvorada, em Brasília, e repetiu sem provas suspeitas já desmentidas por órgãos oficiais sobre as eleições e a segurança das urnas eletrônicas, em uma tentativa de deslegitimar as eleições em outubro que, segundo as pesquisas de intenção de voto, deve impor derrota ao seu governo e eleger o ex-presidente Lula no primeiro turno do pleito eleitoral.

“Bolsonaro destruiu as políticas públicas do Brasil e não há um único segmento da sociedade que não foi atacado por ele. Os movimentos populares têm um papel fundamental na defesa da democracia e na garantia do resultado da eleição a ser realizada em outubro. Neste momento, vamos defender nas ruas e nas redes a soberania popular do voto, disse Bonfim.

Além dos atos convocados para os dias 11 de agosto e 10 de setembro, a CMP, por meio da ‘Campanha Fora Bolsonaro’, também está apoiando outras mobilizações que serão realizadas nos próximos meses, como o Grito dos Excluídos, que acontece desde 1995 em todo dia 7 de setembro.

2 comentários em “Movimentos populares convocam população para atos em defesa da democracia e por eleições livres

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: