118 atos confirmados em 110 cidades e 10 países

Os números de protestos confirmados contra do governo Bolsonaro só aumentam. A última atualização confirma a realização de 118 atos em 110 cidades e 10 países neste sábado, 20 de novembro, Dia da Consciência Negra.

“Faremos mais um grande dia de protestos contra Bolsonaro, o racismo e genocídio da população negra. Sairemos às ruas também para denunciar o desemprego, a fome e a desigualdade social, que atingem principalmente a população negra e periférica”, afirma Raimundo Bonfim, coordenador nacional da CMP.

#20NForaBolsonaroRacista

Saiba onde acontecerão as manifestações:

🔺 Não esqueça:
😷 Máscara (leve mais de uma)
💦 🙏🏽 Álcool em gel
🚶🏻‍♀️ 🚶🏿 🚶🏿‍♀️Mantenha o distanciamento social no ato

Norte
AM – Manaus – Praça da Polícia | 14h
AP – Macapá – Praça Veiga Cabral | 15h
PA – Belém – Mercado São Brás | 8h
PA – Castanhal – Ato político-cultural na praça do estrela (maria fumaça) | 17h
RR – Boa Vista – Praça do Centro Cívico | 8h

Nordeste
AL – Maceió – Exibição Marighella Praça Largo de São Pedro | 18h30
AL – União dos Palmares – Serra da Barriga e Ato em União | 8h
BA – Feira de Santana – Caminhada Praça da Matriz | 9h
BA – Ilhéus – Praça do Malhado | 9h
BA – Itabuna – Jardim do O, Centro | 9h
BA – Paulo Afonso – Parque Balneário Abelardo Wanderley | 16h
BA – Prado – Mercado Municipal | 9h30
BA – Salvador – Campo Grande | 13h
BA – Senhor do Bonfim – Quilombo Tijuaçu-BR 407 | 13h30
BA – Vitória da Conquista – Praça 9 de Novembro | 9h
CE – Fortaleza – Caminhada no Passeio Público | 8h
CE – Juazeiro do Norte – Praça do Giradouro | 16h
CE – São Benedito – Praça dos Índios | 8h
MA – Santa Inês | Praça da Matriz (em frente a Caixa Econômica) | 7h30
MA – São Luís – Praça do Viva Liberdade | 15h
PB – Campina Grande – Praça da Bandeira | 8h30
PB – João Pessoa – Lyceu Paraibano | 9h
PB – João Pessoa – Teatro Santa Rosa | 14h (Ato em 19/11)
PE – Afogados da Ingazeira – Ato Unificado Sertão do Pajeú – Concentração STR | 7h30
PE – Camaragibe – Rua Eliza Cabral de Souza, Centro | 8h
PE – Recife – Pátio do Carmo | 14h
PI – Teresina – Parque da Cidadania | 16h
RN – Mossoró – Praça da Pax | 8h
RN – Natal – Midway | 15h
SE – Aracaju – Praça da Abolição (Bairro América/Nos fundos da Loja Havan) | 15h

Centro-Oeste
DF – Brasília – Museu Nacional | 15h
GO – Formosa – Praça Rui Barbosa | 16h
GO – Goiânia – Praça Universitária | 9h
GO – Jataí – PRaça Dyomar Menezes | 10h
GO – Rio Verde – Praça da Vila Promissão | 15h30
GO – Valparaíso – Entrada da Etapa A Margem da BR 040 | 9h
MS – Campo Grande – Praça Ary Coelho | 9h
MT – Cuiabá – Beco do Candieiro | 8h

Sudeste
ES – Sapê do Norte – Região das Comunidades Quilombolas de Linharinho | 8h
ES – Venda Nova do Imigrante – Bate Papo Casa Da Maria Moreira (Bicuíba) | 17h
ES – Vitória – Ato na Quadra da Escola de Samba Independente de São Torquato | 10h
ES – Vitória – Praça de Gurigica | 15h
MG – Barbacena – Praça do Rosário | 15h
MG – Belo Horizonte – Praça da Liberdade | 15h
MG – Contagem – Praça Iria Diniz | 9h
MG – Divinópolis – Quarteirão fechado da Rua São Paulo | 8h30
MG – Governador Valadares – Praça Principal do Bairro Conquista | 8h
MG – Ipatinga – Em frente à escola Arthur Bernardes | 8h30
MG – Juiz de Fora – Praça da Estação | 10h
MG – Luz – Atos no Município | 13h
MG – Montes Claros – Praça Doutor Carlos | 8h
MG – Ouro Preto – Praça em frente ao Barroco | 9h30
MG – Pará de Minas – Praça da Matriz | 10h
MG – Pouso Alegre – Praça da Catedral | 10h
MG – Ribeirão das Neves – Curumim Urca | 10h
MG – Santos Dumont – Praça Cesário Alvim | 10h
MG – São João del Rei – Coreto | 15h30
MG – São Sebastião do Paraíso – Praça da Abadia | 10h
MG – Uberlândia – Praça Ismene Mendes | 9h30
MG – Uberaba – Quadra de Esportes Uberaba I | 9h30
RJ – Angra dos Reis – Praça Zumbi dos Palmares | 9h
RJ – Nova Friburgo – Praça Dermeval Barbosa Moreira | 14h
RJ – Nova Iguaçu – Praça Rui Barbosa | 9h
RJ – Niterói – Praça Arariboia | 9h
RJ – Niterói – Viva Zumbi na Concha Acústica (Com coleta de alimentos ñ perecíveis) | 10h
RJ – Niterói – Câmara dos Vereadores, Av. Amaral Peixoto | 10h
RJ – Rio de Janeiro – Terreirão do Samba, Av. Presidente Vargas | 10h
RJ – Rio de Janeiro – Viaduto Negrão de Lima (Viaduto de Madureira) | 13h
RJ – Teresópolis – Calçada da Fama | 9h
SP – Andradina – Carro de som e panfletagem pela cidade
SP – Barretos – Igreja Matriz | 9h
SP – Botucatu – Praça do Bosque | 13h
SP – Campinas – Estação Cultura | 9h30
SP – Guarulhos – Praça do Stella | 8h30
SP – Guarulhos – Marco da Consciência Negra (confluência das ruas Lucila, Anita Guastini Eiras e Arminda de Lima, próximo à praça dos Estudantes) | 9h
SP – Ilhabela – Praça da Mangueira | 15h
SP – Itanhaém – Praça Narciso Andrade | 9h30
SP – Jundiaí – Praça do Gabinete de Leitura Rui Barbosa | 9h
SP – Marília – Ilha da Galeria Atenas | 10h
SP – Mauá – Praça do Relógio, Próx. Estação CPTM | 10h
SP – Osasco – Largo de Osasco | 9h30
SP – Pindamonhangaba – Rua Antifascista, Travessa Rui Barbosa, 37 | 9h
SP – Praia Grande – Praça Helena Cardozo Bernardino (Pça P1 – Samambaia) | 14h30
SP – Ribeirão Preto – Rua Nazaré Paulista, 67 | 9h
SP – São Carlos – Mercadão | 9h
SP – São Paulo – MASP | 12h
SP – Socorro – Praça Santos Dumont | 14h
SP – Sorocaba – Caminhada Capela João de Camargo | (Aguardando infos)

Sul
PR – Barracão – Praça Clevelândia | 10h
PR – Curitiba – Largo da Ordem/Praça João Cândido | 15h
PR – Londrina – Calçadão, entre a Hugo Cabral e Pernambuco | 9h
PR – Ponta Grossa – Praça Barão de Guaraúna (AQUILOMBAR: Negritude Pelo Fora Bolsonaro) | 14h
RS – Porto Alegre – Largo Glênio Peres | 15h
SC – Blumenau – Praça do Teatro Carlos Gomes | 10h
SC – Criciúma – Parque Altair Guidi | 15h
SC – Chapecó Praça Central | 9h30
SC – Dionísio Cerqueira Praça Central | Praça Central, às 9h
SC – Florianópolis – Praça da Alfândega | 9h
SC – Garopaba – Caminhada e Carreata Lagoa das Capivaras | 15h
SC – Joinville – Parque da Cidade (setor Sambaqui) | 14 h
SC – Lages – Praça João Costa (Calçadão) | 9h

🌎🌍 No Exterior
🇩🇪 Alemanha – Berlim – Pariser Platz | 12h até 13h40 (horário local)
🇩🇪 Alemanha – Frankfurt aan Main – Kaiserplatz | 15h (horário local)
🇧🇪 Bélgica – Bruxelas – LAMAB Rue de l’Association 14 – 1000 | 15h às 16h (horário local)
🇪🇸 Espanha – Madrid – Saída da Maloka, calle salitre 36 | 17h (Ato em 21/11 – horário local)
🇺🇸 EUA – Nova York – The People’s Forum | 13h (horário local)
🇺🇸 EUA – Nova York – Times Square | 16h (horário local)
🇫🇷 França – Paris – 3 Place de Grès PCF 20ème | 18h às 22h
🇾🇪 Holanda – Amsterdã – Nieuwmarkt (Metrô M51, M53, M54) | 15h
🇮🇹 Itália – Bolonha – Teatro Comunale di Conselice | 21h (horário local)
🇮🇹 Itália – Roma – Piazza della Repubblica | 17h (horário local)
🇮🇹 Itália – Roma – Via Monte Testaccio 22 | 20h (horário local)
🇵🇹 Portugal – Lisboa – Biblioteca da Casa do Alentejo (R. das Portas de Santo Antão, 72) | 15h (horário local)
🇵🇹 Portugal – Lisboa – Praça do Município | 16h30 (horário local)
🇵🇹 Portugal – Lisboa – Largo Camões | 17h (horário local)
🇵🇹 Portugal – Porto – Centro Português de Fotografia | 15h (horário local)
🇬🇧 Reino Unido – Londres – Brazilian Embassy | 11h (horário local)
🇨🇭 Suíça – Genebra – Quai Wilson, 1201 en face du Palais Wilson, cotê lac | 11h às 13h (horário local)

103 atos confirmados pelo fim do governo Bolsonaro

Até agora já estão confirmados 103 atos em 96 cidades e 9 países para as manifestações deste sábado, 20 de novembro, Dia da Consciência Negra. Será mais um dia de luta e de denúncia contra o racismo, o genocídio da população negra e, também, contra a fome, o desemprego e a desigualdade social.

“O combate ao racismo é tarefa de todos e todas. Há uma estreita relação entre a luta contra o capitalismo, pela democracia e a superação do racismo e o fim do genocídio nas periferias, que só serão possíveis com o fim do capitalismo, do Bolsonaro e do bolsonarismo”, afirma Raimundo Bonfim, coordenador nacional da CMP.

#20NForaBolsonaroRacista

Saiba onde acontecerão as manifestações:

🔺 Não esqueça:

😷 Máscara (leve mais de uma)

💦 🙏🏽 Álcool em gel

🚶🏻‍♀️  🚶🏿  🚶🏿‍♀️Mantenha o distanciamento social no ato

Norte

AM – Manaus – Praça da Polícia  |  14h

AP – Macapá – Praça Veiga Cabral | 15h

PA – Belém  – Mercado São Brás | 8h

RR – Boa Vista – Praça do Centro Cívico | 8h

Nordeste

AL – Maceió – Exibição Marighella Praça Largo de São Pedro | 18h30

AL – União dos Palmares – Serra da Barriga e Ato em União | 8h

BA – Feira de Santana – Caminhada Praça da Matriz | 9h

BA – Ilhéus – Praça do Malhado | 9h

BA – Itabuna – Jardim do O, Centro | 9h

BA – Paulo Afonso – Parque Balneário Abelardo Wanderley | 16h

BA – Prado – Mercado Municipal | 9h30

BA – Salvador – Campo Grande | 13h

BA – Senhor do Bonfim – Quilombo Tijuaçu-BR 407 | 13h30

CE – Fortaleza – Caminhada no Passeio Público | 8h

CE – Juazeiro do Norte – Praça do Giradouro | 16h

CE – São Benedito – Praça dos Índios | 8h

MA – Santa Inês | Praça da Matriz (em frente a Caixa Econômica) | 7h30

MA – São Luís – Praça do Viva Liberdade | 15h

PB – Campina Grande – Praça da Bandeira | 8h30

PB – João Pessoa – Lyceu Paraibano | 9h

PB – João Pessoa – Teatro Santa Rosa | 14h (Ato em 19/11)

PE – Afogados da Ingazeira – Ato Unificado Sertão do Pajeú – Concentração STR | 7h30

PE – Recife – Pátio do Carmo | 14h

PI – Teresina – Parque da Cidadania | 16h

RN – Mossoró – Praça da Pax | 8h

RN – Natal – Midway | 15h

SE – Aracaju – Praça da Abolição (Bairro América/Nos fundos da Loja Havan) | 15h

Centro-Oeste

DF – Brasília – Museu Nacional | 15h

GO – Formosa – Praça Rui Barbosa | 16h    

GO – Goiânia – Praça Universitária | 9h

GO – Rio Verde – Praça da Vila Promissão | 15h30

MS – Campo Grande – Praça Ary Coelho | 9h

MT – Cuiabá – Beco do Candieiro | 8h

Sudeste

ES – Sapê do Norte – Região das Comunidades Quilombolas de Linharinho | 8h

ES – Venda Nova do Imigrante – Bate Papo Casa Da Maria Moreira (Bicuíba) | 17h

ES – Vitória – Ato na Quadra da Escola de Samba Independente de São Torquato | 10h

ES – Vitória – Praça de Gurigica | 15h

MG – Barbacena – Praça do Rosário | 15h

MG – Belo Horizonte – Praça da Liberdade | 15h

MG – Contagem – Praça Iria Diniz | 9h

MG – Divinópolis – Quarteirão fechado da Rua São Paulo | 8h30

MG – Governador Valadares – Praça Principal do Bairro Conquista | 8h

MG – Ipatinga – Em frente à escola Arthur Bernardes | 8h30

MG – Juiz de Fora – Praça da Estação | 10h

MG – Luz – Atos no Município | 13h

MG – Montes Claros – Praça Doutor Carlos | 8h

MG – Ouro Preto – Praça em frente ao Barroco | 9h30

MG – Pará de Minas – Praça da Matriz | 10h

MG – Pouso Alegre – Praça da Catedral | 10h

MG – Ribeirão das Neves – Curumim Urca | 10h

MG – Santos Dumont – Praça Cesário Alvim | 10h

MG – São João del Rei – Coreto | 15h30

MG – São Sebastião do Paraíso – Praça da Abadia | 10h

MG – Uberaba – Quadra de Esportes Uberaba I | 9h30

RJ – Angra dos Reis – Praça Zumbi dos Palmares | 9h

RJ – Nova Friburgo – Praça Dermeval Barbosa Moreira | 14h

RJ – Niterói – Praça Arariboia | 9h

RJ – Niterói – Viva Zumbi na Concha Acústica (Com coleta de alimentos ñ perecíveis) | 10h

RJ – Rio de Janeiro – Terreirão do Samba, Av. Presidente Vargas | 10h

RJ – Rio de Janeiro – Viaduto Negrão de Lima (Viaduto de Madureira) | 13h

RJ – Teresópolis – Calçada da Fama | 9h

SP – Barretos – Igreja Matriz | 9h

SP – Botucatu – Praça do Bosque | 13h

SP – Guarulhos – Praça do Stella | 8h30

SP – Ilhabela – Praça da Mangueira | 15h

SP – Itanhaém – Praça Narciso Andrade | 9h30

SP – Jacareí – Ato Praça Marielle Franco | 18h (Ato em 19/11)

SP – Jundiaí – Praça do Gabinete de Leitura Rui Barbosa | 9h

SP – Marília – Ilha da Galeria Atenas | 10h

SP – Mauá – Praça do Relógio, Próx. Estação CPTM | 10h

SP – Pindamonhangaba – Rua Antifascista, Travessa Rui Barbosa, 37 | 9h

SP – Praia Grande – Praça Helena Cardozo Bernardino (Pça P1 – Samambaia) | 14h30

SP – Ribeirão Preto – Comunidade Nazaré Paulista na ZN | 9h

SP – São Carlos – Mercadão | 9h

SP – São Paulo – MASP | 12h

SP – Socorro – Praça Santos Dumont | 14h

SP – Sorocaba – Caminhada Capela João de Camargo | (Aguardando infos)

Sul

PR – Barracão – Praça Clevelândia | 10h

PR – Curitiba – Largo da Ordem/Praça João Cândido | 15h

PR – Londrina – Calçadão, entre a Hugo Cabral e Pernambuco | 9h

PR – Ponta Grossa – Praça Barão de Guaraúna (AQUILOMBAR: Negritude Pelo Fora Bolsonaro) | 14h

RS – Porto Alegre – Largo Glênio Peres | 15h

SC – Blumenau – Praça do Teatro Carlos Gomes | 10h

SC – Criciúma – Parque Altair Guidi | 15h

SC – Chapecó Praça Central | 9h30

SC – Dionísio Cerqueira Praça Central | Praça Central, às 9h

SC – Florianópolis – Praça da Alfândega | 9h

SC – Joinville – Parque da Cidade (setor Sambaqui) | 14 h

SC – Lages – Praça João Costa (Calçadão) | 9h

🌎🌍 No Exterior

🇩🇪 Alemanha – Berlim – Pariser Platz | 12h até 13h40 (horário local)

🇧🇪 Bélgica – Bruxelas – LAMAB Rue de l’Association 14 – 1000 | 15h às 16h (horário local)

🇪🇸 Espanha – Madrid – Saída da Maloka, calle salitre 36 | 17h (Ato em 21/11 – horário local)

🇺🇸 EUA – Nova York – The People’s Forum | 13h (horário local)

🇺🇸 EUA – Nova York – Times Square | 16h (horário local)

🇫🇷 França – Paris – 3 Place de Grès PCF 20ème | 18h às 22h

🇾🇪 Holanda – Amsterdã – Nieuwmarkt (Metrô M51, M53, M54) | 15h

🇮🇹 Itália – Roma – Piazza della Repubblica | 17h (horário local)

🇮🇹 Itália – Roma – Via Monte Testaccio 22 | 20h (horário local)

🇵🇹 Portugal – Lisboa – Biblioteca da Casa do Alentejo (R. das Portas de Santo Antão, 72) | 15h (horário local)

🇵🇹 Portugal – Lisboa – Praça do Município | 16h30 (horário local)

🇵🇹 Portugal – Lisboa – Largo Camões | 17h (horário local)

🇵🇹 Portugal – Porto – Centro Português de Fotografia | 15h (horário local)

🇨🇭 Suíça – Genebra – Quai Wilson, 1201 en face du Palais Wilson, cotê lac | 11h às 13h (horário local)

Brasileiros vivem cada vez mais de “bico”, ganhando cada vez menos

Foto: Brasil 247

O quadro deixado pela destruição da Operação Lava Jato e a reforma trabalhista implementada pelo governo golpista de Michel Temer e mantida por Jair Bolsonaro e Paulo Guedes, com uma política econômica ultraneoliberal, dão ao país a triste marca de 20 milhões de desempregados, mas também o alarmante número de pessoas que estão vivendo de “bico”: 25 milhões (55,6%) vivem hoje nessa condição, sem carteira assinada ou qualquer vínculo formal. Leia matéria do site Brasil 247:

PEC da reeleição de Bolsonaro foi aprovada com apoio da falsa oposição ao governo, demonstra Josias de Souza

No toma lá, dá cá da Câmara dos Deputados, os que se dizem ser oposição ao governo criminoso de Bolsonaro, como comprovado no relatório da CPI da Covid-19, aprovaram a PEC da reeleição do presidente. “Para seduzir os deputados, o Planalto mandou que os ministérios abrissem os cofres, liberando emendas pendentes de 2021”. Leia matéria completa no site Brasil 247.

Veja lista dos 81 indiciados pela CPI da Covid

Hoje será votado o relatório da Covid-19, 81 pessoas serão indiciadas. O presidente Bolsonaro é um dos indiciados. A lista de crimes é grande, entre eles: infração de medida sanitária preventiva, epidemia com resultado de morte e crime de humanidade.

Leia matéria completa publicada no site Brasil 247.

Papa Francisco defende salário universal e redução da jornada de trabalho como solução para reduzir a desigualdade social

Lideranças de diversos movimentos populares participaram, na manhã deste sábado (16), do IV Encontro Mundial dos Movimentos Populares com o Papa Francisco. Para mais de 150 lideranças do mundo inteiro, o Papa Francisco ressaltou a importância do papel dos movimentos populares no combate à exclusão, à desigualdade e à indiferença. Ele defendeu a adoção de salário universal e a redução da jornada de trabalho como medidas para reduzir a pobreza e a desigualdade social. Ao se referir aos participantes Francisco afirmou: “vocês são poetas sociais porque têm a capacidade e a coragem de criar esperança onde há descarte e exclusão”. Eduardo Cardoso, Paulinho Oliveira e Raimundo Bonfim, dirigentes da Central de Movimentos Populares (CMP), participaram do encontro.

O coordenador nacional da CMP, Raimundo Bonfim, disse que o Papa abordou temas que são muito comuns no dia a dia dos movimentos populares, como a luta contra a fome, o desemprego, a desigualdade social, a destruição do meio ambiente, e também sobre a importância de estarem juntos nessas lutas. “O Papa é o principal líder mundial na luta pela inclusão e pela igualdade social. E assim como ele, nós, militantes dos movimentos populares, também levantamos a bandeira de luta por nenhum camponês sem terra, nenhuma família sem teto e nenhum trabalhador sem trabalho”, pontua Bonfim.

Ao comentar o momento difícil que o mundo atravessa devido à Covid-19, o Papa Francisco criticou aqueles que se dedicaram a acumular riqueza durante a pandemia, condenou o lucro, a ganância e a globalização capitalista, “sistema tóxico, destruidor e predatório”, destacou o pontífice.

Em clara referência a governos que defendem o armamento das populações e a disseminação do ódio em detrimento da vida e da união das pessoas, como o presidente Jair Bolsonaro, o Papa pediu que cessem a fabricação de armas, o discurso de ódio, a lógica pós-verdade e o bloqueio econômico contra os países pobres. Ele defendeu a participação popular ao dizer que “os governos não podem escutar apenas os poderosos”.

Em evento sobre o Dia Mundial da Alimentação, Raimundo Bonfim defende taxação das grandes fortunas e imposto zero para alimentos básicos

O coordenador nacional da Central de Movimentos Populares (CMP), Raimundo Bonfim, participou na manhã desta sexta-feira (15) de evento organizado pelo Instituto Lula por ocasião do Dia Mundial da Alimentação, que é celebrado em 16 de outubro em mais de 150 países. É mais um dia para conscientizar as nações sobre a importância da alimentação e denunciar a tragédia da desnutrição e da fome. No Brasil, mais de 20 milhões de pessoas passam fome.

Enquanto o agronegócio bate recordes de lucros, a miséria e a fome se instalam no país, que é o 3° produtor de alimentos do mundo. A agricultura familiar alcança apenas 23% das terras agricultáveis, mas é responsável pela produção de 70% dos alimentos produzidos no Brasil e por 80% dos empregos gerados no campo.

“Os números da produção brasileira mostram que o problema não é a falta de alimentos, mas a concentração de riqueza e falta da renda para adquirir alimentos. Nós, da CMP, defendemos a taxação das grandes fortunas e imposto zero para alimentos básicos, como medidas necessárias para combater a fome e a pobreza”, afirma Bonfim.

Movimentos populares se encontram com Papa Francisco, neste sábado, dia 16

Foto (montagem) feita pela equipe do site da Revista Fórum

Lideranças populares e sociais do campo e da cidade de todos os continentes participarão, neste sábado (16), às 9 horas (horário de Brasília), do 4º Encontro Mundial de Movimentos Populares com o Papa Francisco (será uma reunião virtual). Raimundo Bonfim, coordenador nacional da Central de Movimentos Populares (CMP) é um dos participantes que representarão os movimentos populares do Brasil.

“Será um momento singular, principalmente pelo momento político, econômico e social que atravessamos. Uma ótima oportunidade para falarmos sobre a nossa visão de mundo, que comungamos com o Papa Francisco, como conceitos que envolvem paz, solidariedade, justiça social, amor e fraternidade, e que se contrapõem ao que prega o presidente Jair Bolsonaro, que é norteada pelo ódio, preconceito e violência; um governo responsável por 20 milhões de pessoas passando fome e 15 milhões desempregados”, afirma Raimundo Bonfim.

O primeiro encontro dos movimentos com o Papa foi realizado no Vaticano, em 2014, um ano depois do Papa Francisco assumir o mais alto posto da Igreja Católica. A realização desse 4° encontro dos movimentos populares com o pontífice é considerado por Bonfim, “como de fundamental importância, pois o Papa Francisco é a principal liderança mundial em oposição ao ódio, ao preconceito e à indolência e que tem denunciado o sistema capitalista como sendo o responsável pelo aumento do desemprego, fome e desigualdade social”.

Durante o encontro será lançado um documento, construído a partir da reflexão de um encontro de lideranças realizado em julho deste ano e das considerações do Papa Francisco.

CMP implementa horta comunitária em comunidade da zona leste de São Paulo

O Jardim Nova Vitória, na zona leste de São Paulo, está prestes a conquistar uma horta comunitária, que está sendo preparada em um terreno de 220 m². O projeto de construção da horta começou a ser idealizado em maio deste ano por Raimundo Bonfim, coordenador nacional da Central de Movimentos Populares (CMP), e vai se tornar realidade a partir de novembro, quando começarão as primeiras plantações de feijão guandu, cenoura, beterraba, mandioca, verduras, entre outros alimentos.

No último domingo (3) foi feito um reconhecimento do terreno e feita a demarcação de onde será feita a primeira etapa das plantações. O processo de implementação da horta inclui a formação das famílias beneficiadas pelo projeto. O primeiro grupo será formado por 30 pessoas, depois serão formados outros grupos. A ideia é promover solidariedade não só entre as famílias que participarão do projeto, mas em toda comunidade do entorno.

“É um projeto muito bonito, pois conscientiza as pessoas sobre a importância do alimento de verdade, sem agrotóxicos, e ao mesmo tempo promove a solidariedade na comunidade”, afirma Raimundo Bonfim, coordenador nacional da CMP.

O terreno onde a horta será cultivada pertence à Cohab, local onde também serão construídas 960 moradias populares. Paloma Ribeiro Tarrão, do Centro de Promoção Resgate à Cidadania do Grajaú (Ceprocig), entidade filiada à CMP e vencedora do edital da Prefeitura de São Paulo, responsável pelo projeto habitacional local, explica que a horta vai gerar alimento saudável para a comunidade e também solidariedade. “Vamos plantar e colher juntos, e isso vai envolver todos sobre a conscientização da importância do alimento saudável, da agricultura urbana, do combate à carestia dos alimentos, da soberania alimentar e da agricultura familiar”, destaca Paloma.

Além da CMP e Ceprocig, o projeto da horta comunitária no Jardim Nova Vitória tem a apoio da Escola superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), de Piracicaba (SP), e do Grupo Técnico de Apoio (GTA).

Atos pelo impeachment de Bolsonaro levam 700 mil pessoas às ruas

Bolsonaro acordou neste sábado com as ruas de diversos municípios e capitais brasileiras tomadas pelo povo denunciando a fome, o desemprego e o descaso com a vida e a perda de quase 600 mil vidas para a Covid e para o negacionismo do governo. Foram centenas de protestos contra a política econômica que tem provocado a carestia de produtos como gás de cozinha, aumento na conta de luz e de alimentos como arroz, feijão, carne, frango entre muitos outros produtos.

Este é o sexto grande protesto no Brasil e no exterior contra o governo, organizado pela campanha Fora Bolsonaro, da qual a Central de Movimento Populares (CMP) faz parte, em conjunto com os partidos de oposição e entidades dos movimentos populares e sindicais. As manifestações que começaram logo pela manhã seguiram à tarde com um grande ato político na avenida Paulista, em São Paulo, reunindo cerca de 100 mil pessoas. Ao todo, os protestos somaram 700 mil pessoas em todo o país, em 304 cidades brasileiras e em 18 países.

As manifestações pela saída de Bolsonaro não tomaram só as ruas, em redes sociais, como o Twitter, a hashtag #2OutForaBolsonaro foi uma das mais usadas, lembrando o aumento expressivo da inflação, a fome e o desemprego no país. Pressão presencial e virtual para que o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, instale o processo de afastamento do presidente.

“O deputado Arthur Lira precisa parar de fazer de conta que está tudo bem, que não está acontecendo nada. O povo está morrendo nos hospitais, a corrupção envolvendo a compra de vacinas e planos de saúde está vindo à tona. A política econômica em curso está levando fome e miséria ao povo. Não dá mais. Passou da hora de colocarmos esse governo para fora”, afirma Raimundo Bonfim, coordenador CMP e um dos líderes da Campanha Fora Bolsonaro.

Tanto no período de convocação como na realização dos atos de hoje, os organizadores destacaram a importância e a necessidade do uso de medidas de prevenção ao coronavírus.